Arte Filipina

Notícias sobre Filipino Martial Arts no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

09:03

Seminário de Esgrima Italiana em Porto Alegre


O Professor Davide Lupidi da 2Edges estará em Porto Alegre nos dias 22 e 23 de Abril ministrando um seminário de Traditional Italian Knife Fighting, ou a esgrima popular com faca da Itália. O evento é organizado em conjunto pela International Arnis Kali Association e pelo Kali Silat Brasil. Imperdível!

Inscrições e informações através do e-mail: arniskalirs@gmail.com e diegomarroni@gmail.com

Não perca essa oportunidade! Em breve, mais datas e informações sobre outros eventos 2Edges 2017.
09:00

Projeto Letra Filipina

O Arte Filipina apresenta o Projeto Letra Filipina: um selo editorial independente e promovido pelo maior site de notícias e informação de FMA em português!!!

O selo Letra Filipina busca trazer títulos que possam complementar e enriquecer a formação do praticante de FMA no Brasil. Com títulos novos e lançamentos exclusivos, busca divulgar o trabalho de novos e antigos escritores, com temas atuais e relevantes para o praticante diligente.
Todo o catálogo é vendido de forma online, através dos nossos parceiros.

Confira os títulos disponíveis através do nosso site.

Os primeiros títulos disponíveis serão "Guia de Estudo do Arnis Maharlika" e "Filipinas: História e Artes Marciais" que retornam ao catálogo depois de alguns anos esgotados.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

23:56

Entrevista com Guro Djavan Oliveira


1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?
Olá! Eu que agradeço pelo convite! Bom; minha paixão pelas artes marciais começou desde a infância; acredito que como a maioria dos meninos... assistindo os filmes do Bruce Lee, Jet Lee, Jackie Chan, etc. Aí quando eu tinha 16 anos fui com um amigo assistir uma aula de Taekwondo aqui em Canela; gostei e já fiz minha inscrição. Treinei por um bom tempo, mas tive que parar porque eu trabalhava durante o dia e estudava durante a noite. Mas sempre que eu podia treinava em casa o que eu havia aprendido isto era meados dos anos 2000. Meus treinos de verdade começaram no ano de 2010 quando meu grande amigo Gustavo Sartori iniciou uma turma de hapkido na cidade de Gramado, desde então não parei mais.


2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?
Conheci o FMA através do Mestre Alessandro Lucas Souza no ano de 2012. Todos os anos temos um capo de treinamento do hapkido chamado UM Yang Camp; onde professores de outras artes marciais são convidados para apresentar e ministrar suas aulas durante um fim de semana. Neste ano de 2012 o Guro Alessandro Lucas ministrou uma aula fantástica de uma arte chamada Arnis Kali; do qual nunca tinha ouvido falar, mas me interessei de imediato. Ao fim deste campo tive a honra de ser convidado para fazer parte de um seleto grupo de professores pioneiros que fariam o primeiro curso de instrutores de Arnis Kali aqui no RS.


3- O que você pensa sobre a integração do FMA com as demais modalidades que você pratica?
Excelente pergunta! Eu penso que é um complemento essencial para qualquer modalidade de arte marcial em vários aspectos: Melhora muito a coordenação motora; o fato de já começar o treinamento tendo uma arma na mão; o que no hapkido só começamos o treinamento já com uma graduação avançada; e o principal que é o aumento da visão periférica e a rapidez que desenvolvemos em enxergar o movimento do adversário já que um golpe com o Yantok (bastão), é 5x mais rápido que um golpe de mão vazia ou um chute.




4- O seu trabalho já foi tema em alguns jornais e publicações locais. Como foi a recepção da população das cidades onde você leciona ao FMA?
Sim ; procuro sempre divulgar na imprensa todo evento no qual participamos; sendo exames de faixa, campeonatos, seminários e aulas especiais com a presença de Guros de outras cidades e vindas de nosso Mestre. Também já concedi entrevistas ao vivo em rádios locais. Acredito ser importante este trabalho para alcançar um número maior de pessoas. Aproveito e uso os recortes dos jornais para montar um portfólio do meu trabalho, creio que traz credibilidade. A recepção foi boa na população, mas não tive o retorno que eu esperava. Serviu para que as pessoas da cidade e região soubessem que existe o FMA aqui, que temos um Guro federado. Mas a melhor forma de conseguirmos alunos ainda é o boca a boca.




5- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo?
Tenho uma visão bem positiva e promissora. Falando um pouco local ainda... Aqui no RS começamos um trabalho bem sério em 2012 e hoje em 2017 já formamos 20 faixas pretas, estes; professores e Mestres de outras artes como: Hapkido, Jiu jitsu, Muay Tay e Taekwondo. Recebemos a visita do GM Shirshir Inocalla que deixou o QG do Brasil nas mãos do nosso Guro Alessandro Lucas. Agora falando nacional e mundial; contamos com professores já no Canadá, China, Uruguai e Equador. Temos já o instrutor em treinamento Brito fazendo um trabalho muito bom no Ceará. Temos o apoio e confiança de vocês do RJ. Então já visualizo um futuro fantástico, até já posto no meu Facebook : " A arte que mais cresce no Brasil".




6- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e a defesa pessoal?

Como eu já havia comentado em uma pergunta anterior; penso que é um ótimo complemento para qualquer treinamento. O que não podemos é misturar e achar que é tudo a mesma coisa. Quando falamos em defesa pessoal, acredito na minha humilde opinião que já saímos um pouco da palavra Arte Marcial. Para que eu me torne um pouco mais claro; toda arte marcial tem a defesa pessoal, que ao contrário do que a maioria das pessoas pensa vai além do confronto. A defesa pessoal é em primeiro lugar como já diz o nome defender-se, manter a sua integridade física, sendo assim sabendo cair de forma correta, saber como se portar em lugares de risco, ter o controle emocional e psicológico para também evitar o confronto e por fim manter o corpo e a mente ativas para uma melhor qualidade de vida. Portanto o Arnis Kali tem todas estas qualidades e muito mais!





7- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores
7- Eu é que agradeço por esta oportunidade! Foi uma grande honra ser convidado pelo Guro Tales para responder as perguntas.
A mensagem que eu gostaria de deixar para quem já treina o FMA é: Se você gosta, acredita que te faz bem, que tua qualidade de vida aumentou que é uma arte marcial completa! Convida um amigo para também esta oportunidade! " Não se acende uma lanterna e esconde dentro de um baú, usa para iluminar o caminho de alguém". E para quem ainda não treina, venha conhecer, assista uma aula, faça uma aula experimental, o Arnis é para qualquer pessoa! Tenho um excelente aluno hoje graduado faixa roxa, muito dedicado , talentoso e cadeirante! Mabuhay !


sábado, 11 de fevereiro de 2017

21:00

3º Encontro FCS Brasil - Melhores Momentos


Para você que não pode participar do 3º Encontro Nacional, o Arte Filipina e o FCS Brasil trazem até você os melhores momentos desse encontro de tribo.

A proposta desse encontro foi o de reunir praticantes novatos e veteranos  para um domingo de treino ao livre. Uma proposta saudável, um ambiente descontraído para a troca de conhecimento.


Conhecer seu próprio corpo é fundamental para se ter boa movimentação, e no FCS movimentação é tudo!


Para aqueles que quiserem saber mais, basta entrar em contato com o Diretor Nacional Bruno Gabriel, pelo telefone (11) 98499-9659
09:03

Entrevista com o Guro Fábio Almeida


1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?

Claro. Dei início nas Artes Marciais no início da década de 90, com treinos de Kickboxer, na época era mais conhecido como Full Contact., com o, agora mestre, Leonardo Camargo, que foi aluno do conhecido Jorginho Trovão. Nessa modalidade, treinei por dois anos. Depois de um período de hiato, no fim dos anos 90 conheci e comecei a treinar Hapkido com o GM Dayverson Wagner. Hoje sou faixa preta nessa arte.




2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?

Sempre fui um afixado em Artes Marcias, e com o advento da internet, passei a ser um pesquisador das mesmas. Porém, o gosto pela armas marciais veio ainda no Hapkido, com as técnicas de Danbong (bastão curto), Sangjunbong (nunchaku) e Ji Pangee (bengala). Conheci o FMA através de um seminário que participei com o mestre Alessandro Lucas. Treinei e adaptei as técnicas aprendidas com ele para a minha realidade militar. Até que conheci o mestre Melchor e tornei-me seu aluno.

3- Sobre a sua escola FMA, Arnis Mano Mano Dumog, você pode nos contar um pouco?

Sabemos que existem várias escolas/sistemas de FMA no país oriundo dessa arte, como também fora dele. Mestre Melchor, criador da ARMADO e morador das Filipinas, estudou muitos desses sistemas desde sua tenra infância, como Doce Pares System, Arnis Modern, Mano Mano Filipino Martial Arts e Kali Ilustríssimo. Como também praticou Judô, Karatê e Aikido. Em 2013, depois de treinar com vários mestres e ser promovido a Lakan Sampu (10º dan), criou o estilo Arnis Mano Mano Dumog, onde juntou tudo o que aprendeu dos sistemas de FMA como também das outras artes marciais que se graduou. Nosso sistema trabalha com Arnis (armas filipinas como bastão, facas, dagas, dulo y dulo, espadas filipinas e karambit), Mano Mano (técnicas de Dirty Boxing – Panuntukan) e Dumog (torções, projeções e imobilizações com e sem bastão).



4- Sobre o trabalho da escola hoje no Brasil, você pode nos contar?

Nosso trabalho aqui no Brasil ainda é embrionário. Em 2015, realizamos um seminário no Rio de Janeiro e em Salvador com a presença do mestre Melchor. Esse ano de 2017, no mês de maio, estaremos realizando um curso para formar instrutores no Brasil. Esses cursos acontecerão no Rio de Janeiro, Maceió e Salvador, com a finalidade de termos professores em todo o Brasil. Seria utopia da minha parte achar que conseguiremos isso já esse ano, mas continuaremos trabalhando arduamente para propagar o FMA e nosso estilo por todo o Brasil. Atualmente temos professores no Rio de Janeiro (Punong Guro Fábio Almeida), Salvador (Guro Giovaldo Lima) e Maceió (Guro Pedro).

5- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo?

Apesar de estar aparecendo como Arte Marcial Filipina para o mundo hoje, sabemos que já está na mente de muitos há bastante tempo. O lendário Bruce Lee aprendeu as técnicas de bastão e nunchaku com Dan Inosato, que é praticante de FMA e Steven Seagal, que em seus filmes muitas vezes já fez uso dessa arte. Muitos pensam que as técnicas são oriundas do Kung Fu e do Aikido, mas não, são técnicas filipinas. Hoje, no Brasil, já temos algumas escolas expoentes, como o Arnis Maharlika / Inocalla System, presidida e criada pelos GMs Shishir e Dada Inocalla. E esperamos que surjam muitas outras, pois há espaço para todo profissional que trabalha com seriedade.

6- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e a defesa pessoal?

Na minha opinião, eu separo defesa pessoal de arte marcial. As artes marciais possuem regras, pontuações e códigos de honra. Defesa pessoal já é questão de sobrevivência. Vale qualquer coisa para guardar sua integridade física. Todas as Artes Marciais podem criar métodos para defesa pessoal. É uma questão de adaptação à necessidade. FMA pode ser muito aproveitado no serviço militar, no uso dos bastões e tonfas. Como a defesa contra ataques de objetos perfurocortantes.

7- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores?

“Conhecimento não ocupa espaço”. Esse é um lema que carrego para minha vida. Aprender, aprender e aprender. Sempre com humildade e respeito.

08:23

Curso Sobreviva em São Paulo


Em mais uma edição do SOBREVIVA, o Guro Rodrigo Fonseca estará ministrando os módulos 1/2/3 do curso de Tomahawk desenvolvido pelo Kali Silat São Paulo. O custo do curso é de R$250,00, com certificados inclusos.

O curso será ministrado no parque do Ibirapuera, das 10h as 15h.

Para maiores informações (11) 97151-6784

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

01:43

Curso de Formação de Instrutores Armado FMA


Maestro Melchor W. Amosco estará no Brasil em Maio, ministrando o primeiro curso de formação de Instrutores Armado FMA DefTac Int. Uma oportunidade única!

O evento acontecerá entre os dias 12 e 14 de maio no Rio de Janeiro, 19 e 21 de maio em Maceió, 26 e 28 de maio em Salvador.

Para conhecer mais sobre a vida de Maestro Amosco e seu estilo, você pode conferir a entrevista que ele concedeu ao Arte Filipina.

Inscrições podem ser feitas atráves do e-mail arnisdumogbrasil@gmail.com.

Não perca essa oportunidade!!!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

01:14

Entrevista com GM Melchor William Amosco



1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Poderia nos contar um pouco sobre o seu início com artes marciais?
Eu comecei a aprender artes marciais aos 13 anos de idade com meu pai, um Karateka que foi meu primeiro professor no mundo das artes marciais. Ele me ensinou alguns princípios das artes marciais, incluindo o uso de armas com lâminas (Sansibar uma espada nativa). Até que eu me matriculei em uma escola formal de artes marciais. MGO – SDC, que ensinava Tang soodo (Karate coreano), Arnis (sistema de Doce Pares) e Judo. Esta escola incorporava todos os elementos do sistema 3 sob Master Deomedes Paninsoro. Isso é foi enquanto eu cursava o ensino médio. Depois de alguns anos eu me mudei Manila para prosseguir a minha faculdade e continuar meu Estudo de Artes Marciais.

Foi assim que me tornei aluno do Sensei Ramil Ong Aquino do Grupo de Arjukaa (Shorin ryu karatedo, Arnis e Judo). Até eu conhecer e promovido a Lakan Dalawa por Punong Lakan Nicolas meu professor em Modern Arnis Mano Mano FMA, estudante do falecido Grande Mestre Enesto Presas Sr. o mais novo Irmão do Grande Mestre Remy Presas. Eu também estudei com o grupo de Filipino Martial Arts Combat sob o Mestre Noel Hael e me tornei Instrutor Autorizado do seu sistema como faixa preta de 2º grau. Eu também estudei com Punong Maestro Ernesto T. Talag faixa preta 6º dan em Aikido e fundador da BUDIWAN Kali Filipino Fighting system (Filipino boxe, Dumog e Bladed Arts) e praticante de longa data de Kali Ilustrisimo, sistema de lâminas sob GM Tatang Ilustrisimo e o falecido Grande Mestre Tony Diego. Ele me deu o título de mestre.. Budiwan significa: Bukluran, Diwa em Katawan ou Unificação de Mente e Corpo.

Eu também tive a oportunidade de aprender com mestre Jaime Quizana o seu próprio sistema de Palasan Eagle Kali Ilustrisimo sistema semelhante ao do mestre Talag, onde fui promovido ao rank de sênior. Mestre Vicente Sanchez fundador do Kali Arnis Int'l Fed me promoveu a LakanSampu com a idade de 37 anos. Esse é o meu começo nas artes marciais e da minha linhagem.

2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que Despertou seu interesse?
Eu fiquei espantado e interessado com artes marciais filipinas por causa de praticidade e facilidade de aprender e mostrar nossa história e cultura enquanto Filipinos.



3- Sobre a sua escola FMA, você pode nos contar um pouco?
  • Ar: Arnis (Arte do bastão, lâminas e armas improvisadas)
  • Ma: Mano Mano (Arnis Artes de combate com mão vazia).
  • Do: Dumog (Artes de imobilização e controle).
  • F: Filipino
  • M: Marcial
  • A: Arts
  • De: Defensivo
  • Tac: Táticas
A fusão de três (3) sistemas filipino diferente das artes marciais. Em um primeiro momento ensino o combate com armas, depois com mãos vazias e por fim as imobilizações. Dessa maneira o ensino se torna mais prático e fácil, com o estudando técnicas dinâmicas, táticas e efetivas para defesa pessoal.


4- Sobre a estrutura do Armado FMA e o seu programa unificado, você poderia nos explicar sobre?
Um programa é usado para cada instrução dentro do curso de treinamento. Isso inclui instruções com objetivos específicos, tais como exercícios de movimentação, Footworks, queda, batidas, bloqueios, técnicas de contra ataque e material de suporte daquela instrução. Uma Syllabus é um conjunto de programa de treinamento completo seguido por todos os instrutores e alunos. Todos os membros da Armado FMA Deftac Int'l cumprem o mesmo programa para que cada um possa se desenvolver e ensinar o próximo de maneira unificada, assim evitando conflitos entre os Membros e durante o período de teste de avaliação em nível local e internacional. A ideia do programa é ensinar o aluno como construir uma sólida Fundação Básica, para que ele possa crescer em sua própria progressão através do sistema de faixas.



5- Qual é a sua opinião sobre as FMA aqui nas Filipinas hoje?
As Artes Marciais Filipinas são hoje bem populares em nosso país e todos os Grandes Mestres, Mestres, Guro e Praticante mantém um bom relacionamento, se respeitando mutuamente. Faz parte do esporte nacional e passou a fazer parte do Departamento de Educação para ser ensinado nas escolas. É agora suportado pelo Governo filipino.

6- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo atual?
FMA está se tornando uma prática mundial, ganhando mais cada vez mais popularidade porque muitos países praticam esta arte dinâmica de auto-defesa. Além disso a indústria cinematográfica tem utilizado ela bastante, devido aos guros que viajam ao mundo de promover e propagar sua prática

7- Sobre o futuro, o que você acha da RA 9850 ou da Lei Filipina Arnis?
R.A 9850 ou Lei Arnis serve obter mais apoio para todas as escolas de FMA, de modo a formar uma prática sólida e consistente que possa ser utilizada pelo Comitê Olímpico Filipino, gerando uma arte de bom padrão e alta qualidade.

8- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e pessoal defesa?
O FMA é a melhor maneira de aprender uma técnica que se adequa ao nosso padrão para proteção pessoal. O único conselho para todos na minha opinião é praticarcom uma mente aberta que esteja em conformidade com o senso comum do indivíduo, para que ele possa vir a regir de maneira correta em uma situação real.



9- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para o nossos leitores?
Muito obrigado pela grande oportunidade de ser entrevistado por você. Tudo o que posso dizer é todos devem buscar praticar a arte de maneira correta, seguindo o seu programa de treinamento, mantendo uma atitude correta e princípios elevados. "Não é sobre as técnicas, mas são os princípios por trás das técnicas". Pugay po e Mabuhay!


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

02:15

Entrevista com o GM Allan Fami


1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?
Tudo começou quando eu era jovem, com cerca de 6 anos assistindo filmes de Bruce Lee. Eu estava ficava tentado a querer aprender Artes Marciais e sonhava em aprender Artes Marciais quando eu crescesse. Esse sonho não se materializou até chegar ao Colégio em 1993.

2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?
Meu interesse com as artes marciais filipinas começou quando eu era um calouro na faculdade, e me foi introduzido por meu professor, o Grão-mestre Ernesto Presas Sr., um dos mestres mais ilustres e famosos do FMA. Fiquei fascinado com a arte por causa de sua completude. Seja de mãos vazias, com armas ou luta no chão, você pode aprender tudo que é necessário para se defender.

3- Sobre a sua escola FMA, você pode nos contar um pouco? Que estilo e como funciona.
O Sistema Kalahi FMA é um sistema Arnis moderno modificado. É um Sistema de Combate que pode ser aplicado em uma situação real. Nenhum movimento extravagante, nenhum efeito excêntrico... apenas movimentos, diretos, rápidos e eficazes. O sistema foi criado para ser usado na luta real da rua. Treinamos com dos bastões para as armas e das mãos vazias para o combate de solo.



4- Sobre o Kalahi Custom Blades, você pode nos contar um pouco sobre isso?
Kalahi Custom Blades e Kalahi FMA Gear atendem às necessidades da comunidade de artes marciais filipinas. Kalahi Custom Blades fabrica e vende autênticas lâminas tradicionais filipinas, enquanto Kalahi FMA Gear fabrica e vende bastões de Arnis, armas de treinamento e outras coisas para treinamento FMA.

5- Qual é a sua opinião sobre as FMA aqui nas Filipinas hoje?
FMA nas Filipinas está começando a ser tornar organizado, unidos e com um futuro mais brilhante com a liderança do senador Miguel Zubiri, autor da Lei Arnis. Nós imaginamos que todos nós estaremos unidos logo, e que todos estaremos contribuindo para o sucesso de Arnis no campo dos esportes e das artes marciais.

6- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo
Eu vejo o Arnis crescendo e sendo reconhecido mundialmente, finalmente, tanto como artes marciais e quanto como esporte.



7- Sobre o futuro, o que você acha da RA 9850 ou da Lei Filipina do Arnis?
O RA 9850 fornece todo embasamento jurídico que faltava ao Arnis para serem reconhecidas como Artes Marciais e Esportes. Ele reconhece Arnis como nosso esporte indígena e apoia plenamente o seu reconhecimento nas Filipinas.

8- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA ea defesa pessoal?
As artes marciais filipinas (FMA) apenas como toda e qualquer outra arte marcial oriental são aprendidas para que o praticante possa tirar vantagem da situação onde ele se encontre. FMA é prático porque pode ser usado em situações de mãos vazias, e também tem comprovada eficiência no combate com facas e outros cenários de armas afiadas. Além disso, gostaria de salientar que FMA Dumog (luta de chão) também é eficaz nos esportes em octógono. Em nosso sistema, temos um Programa para nossos alunos que pretendem se juntar ao mundo do MMA.

9- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores
Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Arte e, particularmente, meu Sistema FMA. Kalahi FMA System está aberto a todos os que compartilham a mesma paixão conosco: promover uma arte útil, eficaz e prática.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

01:01

Entendendo mais sobre Abaniko


A Taistelija Films é uma produtora independnete que mantém um canal no YouTube sobre FMA e artes marciais em geral. No último vídeo disponbilizado, o GM Rene Tongson explica um pouco da história e da potência de um dos golpes mais emblemáticos do FMA: o abaniko.

Conheça mais sobre! Assista ao vídeo e ao final não se esqueça de curtir e compartilhar.


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

00:14

Curso de Resposta Tática com Facas & Bastão Expansivo


Guro Alessandro Lucas, presidente da International Anis Kali Association, estará ministrando um mini curso de resposta tática com Facas & Bastão Expansivo em Porto Alegre/RS no dia 05 e março. Um oportunidade imperdível!

O curso é recomendado tanto para praticantes de artes marciais, entusiastas de lâminas e operativos!

As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de fevereiro através do e-mail contatogiat@gmail.com