Arte Filipina

Notícias sobre Filipino Martial Arts no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

domingo, 15 de outubro de 2017

22:02

IAKA Exame de Faixa


No dia 26 de novembro acontecerá em Porto Alegre (RS) o exame nacional para faixas pretas e coloridas da International Arnis Kali Association - IAKA. Uma excelente oportunidade para praticantes e entusiastas das artes marciais filipinas.

A IAKA é a única representante da Worldwide Family of Modern Arnis no Brasil, mantendo o legado do GM Rene Presas na América Latina. O exame será comandado pelo Punong Guro Alessandro Lucas, presidente da associação.

domingo, 8 de outubro de 2017

18:55

FCS Kali Seminário Internacional



Venha participar do maior evento FCS Kali no Brasil Com Lakan guro Carlos Pipo Lopez que conta com mais de 30 anos de experiencia em artes filipinas!

Lakan Guro ( professor dos mestres) Carlos Pipo Lopez irá
ministrar 2 dias de seminário ( 03/11 e 04/11) e 1 dia de exame (05/11)

No valor do investimento do evento está incluso:

- hospedagem
- alimentação
- seminário
- certificado

temas do seminário (5 horas aula por dia):
- ( 03/11) FCS Template ( faca e karambit) Suas origens, evoluções e aplicações.
- ( 04/11) Panantukan ( boxe filipino) Guardas, Golpes e Armadilhas. Bastão - stick transitions
- (05/11) Exames 1,2,3,4,5 Para membros Fcs Kali

Formação de Lakan Guro Carlos Pipo Lopez

*1990 Certificación de Instructor Aprendiz en Jun Fan Gun Fu (Jeet Kune Do) y Artes Marciales Filipinas (Kali/Arnis/Eskrima){Inosanto Blend} por José Orlando Ramírez "Intructor Certificado por Dan Inosanto".

*2001 Certificación de Instructor en Filipino Combat Systems (FCS) por el fundador del sistema Tuhon Ray Dionaldo www.fcskali.com .

*2005 Certificación de GURO en Filipino Combat Systems (FCS) por el fundador del sistema Tuhon Ray Dionaldo

*2008 Certificación de LAKAN GURO en Filipino Combat Systems (FCS) por el fundador del sistema Tuhon Ray Dionaldo

Galardones y mas:

2001 Representante de FCS Kali en Puerto Rico

2005 Kick Boxing Instructor of the Year "Fitness Award"

2006 Director Regional del Caribe de FCS Kali

2008 Outstanding Master Instructor of the Year "International Ju Jitsu Hall of Fame"

2009 Director Regional de Latino América y el Caribe de FCS Kali

2009 Representante en Puerto Rico de Filipino Combatives bajo la tutela de su creador Tuhon Felix Cortes www.tuhonfelix.com

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

23:58

Workshop Kali Rio Desarme de Faca e Arma de Fogo



Acontecerá no próximo Sábado dia 30 de Setembro na Rua Leite de Abreu, nº 25 - Tijuca, mais um Workshop do Grupo Kali RIO, este dedicado a introduzir conceitos teóricos e práticos de desarme de armas de corte e armas de fogo.

O workshop, com 4 horas de duração, é recomendado tanto para praticantes de disciplinas de combate quanto para pessoas sem experiência prévia no assunto.

➡ O evento será das 10:00h às 14:00h, terá 4 horas de duração e será ministrado pelo Guro Paulo Pereira, Instrutor e Representante de Guro Salem Assli e da AFJKD et Kali no Brasil.

➡ O valor do investimento é de R$120,00, sendo que alunos do grupo Kali RIO pagarão apenas R$80,00.

Profissionais da área de segurança pagarão apenas R$100,00 em sua inscrição pessoal.

Promoções para grupos: Aqueles que trouxerem outras pessoas para se inscrever no seminário (e que efetivem a inscrição com o pagamento), receberão desconto em sua inscrição pessoal.

Trazendo 1 pessoas o desconto será de 50% e caso traga 2 pessoas a sua inscrição será gratuita.

➡ Todos aqueles que confirmarem presença (através de inscrição até dia 24 de Setembro) ganharão certificados de participação no final do workshop.

➡ A inscrições podem ser realizadas nos polos de treino do Kali Rio ou através do e-mail: paulo@kalirio.com.br

➡ Material Recomendado para o Workshop:
Faca de Treino
Simulacro de Arma de Fogo

Vagas limitadas!
Garanta sua presença já!
Att.

https://www.facebook.com/events/1976874525923866

domingo, 16 de julho de 2017

22:30

Workshop FCS Kali Brasil


Acontecerá no dia 30 de julho o Workshop FCS Kali Brasil em São Paulo! Na pauta teremos o tema de FCS Silat, com Conceitos Gerais, Karambit e Lasso sendo ministrado pelo Professor Bruno Gabriel, Diretor do FCS Kali Brasil Groups. Além disso o Professor Ricardo Nakayama estará ministrando uma aula com conceitos gerais de ataque e defesa do Krabi Krabong. Imperdível!

As vagas são limitadas e o investimento é de R$120,00. Garante já a sua inscrição!

domingo, 18 de junho de 2017

14:08

Sifu Salem Assli Brasil 2017


Sifu Salem Assli estará ministrando seminários no Rio de Janeiro, São Paulo e Fortaleza durante o mês de julho! Uma oportunidade imperdível para os praticantes de artes marciais do Brasil!

Todos os seminário voltado para todos os praticantes de Artes Marciais, independente da modalidade e até mesmo todos os demais interessados, com ou sem experiência alguma.

Modalidades abordadas em cada um dos seminário:
> Jun Fan Gung Fu
> Jeet Kune Do
> Boxe Francês
> Savate
> Muay Thai
> Artes Marciais Filipinas
> Maphilindo Silat


Não perca essa oportunidade e inscreva-se já!

Rio de Janeiro
https://www.facebook.com/events/393210427720774

São Paulo
https://www.facebook.com/events/223064274880660

Fortaleza
https://www.facebook.com/events/1982754075292373

13:57

Entrevista com o Guro Jorge Leal






1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?
Olá a todos é um prazer estar aqui minha história é simples mas de fato como todo menino sempre gostei de artes marciais e os filmes sempre são inspiração e sonhos das crianças, mas de fato só comecei a fazer Judô com 16 anos e cheguei apenas na faixa amarela, mas precisei adormecer na prática da lutas devido a outros compromissos e profissão etc,. Em 1991 na Escola de Formação de Sargentos da Policia Militar do RGS, novamente a arte do Judô bateu a minha porta, mas de novo compromissos familiares e carreira me obrigaram a uma nova pausa por logo período. Somente quando fui para reserva (aposentadoria) voltei a treinar com força total, mas agora voltado para a defesa pessoal através de outras técnicas como o Krav Maga, que treinei por cerca de 1 ano me graduando a faixa verde nível 1. Devido a mudança de residência para Porto Alegre, aliado a dificuldade de encontrar tal atividade na nova cidade, acabei treinando de forma despretensiosa um pouco de hapkido por cerca de 1 ano.



2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?
Bom daí em diante muitas coisas mudaram, pois tudo tem seu tempo certo. Assim acabei conhecendo o Mestre Alessandro Lucas, que começou a ensinar o Arnis Kali na mesma academia que eu treinava, o Clube Funcional em Porto Alegre. Acabamos indo para Filipinas, juntamente com o Mestre DADA INOCALLA, Mestre LUCAS e Esposa Sra CLAUDETE, lá me apaixonei pela cultura e arte, começamos na faixa branca e isso é um orgulho pois acredito ser a mais importante da formação de qualquer anisador. Também participei de Seminário no Chile com Kuya Doug Marcaida, ou seja, estou sempre buscando novos conhecimentos e práticas que eleve a cultura e a arte filipina no Brasil;

3- O que você pensa sobre a integração do FMA com outras modalidades de artes marciais?
Penso que integração e convivência pacifica são muito importantes! Não vejo nenhuma arte marcial superior ao Arnis Kali, mas também não vejo o Arnis Kali superior a nenhuma arte. Acreditamos ser uma arte diferente não é ser melhor, acreditamos que Arte Filipina seja o estilo que for, complementa as demais artes. É natural ver vários praticantes de muay thai, hapkido etc treinarem o arnis e conseguir ver o diferencial na pratica do combate. Diferentemente das demais formas de arte marcial com competição, cujo treinamento visa a formação de atletas, o Arnis forma especialistas em armas de impactos e laminas. Raras são as competições com exceções nas Filipinas onde vê-são competições e ensino nas Universidade e algumas "High school";

4- Qual é a sua visão da FMA hoje no Brasil e no mundo?
No mundo existe várias escolas acreditamos que a equipe mais organizadas estão na Alemanha, USA e agora no Brasil no sul do pais em Porto Alegre, sede da IAKA Internacional Arnis Kali Association, onde o grupo cresce cada dia mais sob a batuta do Mestre Lucas, ainda precisamos expandir novas terras e horizontes em relação ao Arnis, pois recentemente residindo aqui no Rio de Janeiro notamos uma certa desinformação sobre essa nobre Arte Marcial combativa, não sendo tal fato exclusivo do Rio de Janeiro, diferente das Filipinas onde 90% da população tem ideias sobre o Arnis, mudando apenas de nome em alguns locais, afinal de contas um pais que existe vários dialetos na poderia ser diferente;

5- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e a defesa pessoal?

Muito importante é o mais próximo do real, eficaz nos dando um visão diferente sobre o "Self Defense", venha treinar e conhecer e você vai entender o que é realmente o Arnis, nossa estrutura e organizada e visa sempre a segurança do aluno, aqui não brincamos é um trabalho sólido e de extrema responsabilidade pois lida com técnicas diferentes. "Para que o mal prevaleça, Basta que os bons não façam nada" (Edmund Burke). Acreditamos que a pratica de defesa pessoal se pratica todos os dias, até mesmo quando viramos uma esquina estar atento e vigilante sempre, o Arnis Kali também com certeza nos eleva em nível de segurança e confiança;

6- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores
Bom minha mensagem final seria para que não desista nunca de seus objetivos foque em suas prioridades, para quem tem interesse em conhecer aqui no Brasil vários polos da IAKA e inclusive outros países, em especial no Rio de Janeiro em Botafogo e Tijuca.
Meus sinceros agradecimentos ao Guro Tales, Guro Felipe e demais arnisadores de todo o mundo e Brasil. em especial mestre Lucas e colegas. Grande e fraterno abraço. Pugay po kayo Mabuhay

quarta-feira, 17 de maio de 2017

10:09

5 Dicas (+1) para Novatos em Artes Marciais com mais de 40 anos

por Renato Berlim Fonseca via teclogos



Encontrei um artigo do blog The Stick Chick que descreve bem os prazeres a agruras de praticar artes marciais na meia idade, com algumas dicas úteis. Não em termos técnicos, mas especialmente sobre como deve ser a atitude de quem está começando. E Jackie Bradbury, a autora, pode falar com propriedade do assunto já que começou a treinar aos 39 anos, é faixa preta de segundo grau e professora de Arnis Moderno no Texas. As 5 primeiras dicas são dela e a última é minha, as imagens são do artigo dela.

1. Saiba lidar com os desafios físicos
Geralmente cursos de artes marciais são planejadas considerando adolescentes ou adultos jovens (vinte e poucos anos), especialmente a parte de capacidade física.


Provavelmente você vai sentir que não pode, ou não deve, reduzir a carga. Como, por exemplo, fazer menos repetições por exercício. Afinal, ninguém quer parecer incapaz ou menos esforçados que os mais novos.


Porém, a verdade é: você já não é mais um jovem e se exigir como se ainda fosse um aumenta o risco de ferimentos desnecessariamente (como agravante veja a dica 2). E a atividade escolhida já tem suas chances de ferimento o suficiente para você não precisar forçar a barra.


Flexibilidade é um bom exemplo. Têm gente que nasceu flexível e consegue colocar a cabeça no teto sem problemas. Porém para a maioria dos mortais isso é algo que leva tempo para ser desenvolvido e é rapidamente perdido quando se o aluno parar. Portanto não se pode pegar o coleguinha de 20 anos que pratica desde os 6 anos de idade como termo de comparação justo.


2. Demora mais para se curar
Em qualquer atividade física existe o risco de lesões. Porém, quando você fica mais velho, aquelas pequenas coisas que antes seriam resolvidas com um pouco de gelo e uma noite de descanso passam a demandar um tempo bem maior para serem curadas. Assim, o hematoma ou dolorido que some após dois dias num adolescente pode durar mais de uma semana em um quarentão.


3. Aceite gente (bem) mais jovem te ensinando
Isso é algo que algumas pessoas podem considerar incomum ou mesmo incômodo: ter pessoas bem mais jovens em posição de autoridade. A solução: supere, aceite e acostume-se. Se a academia é boa o instrutor-com-idade-para-ser-seu-filho tem uns bons anos de experiência no assunto em questão e têm competência para te corrigir e instruir.

Eventualmente ele pode ser muito experiente tecnicamente mas nem tanto como instrutor. Didática é algo que melhora com a experiência. Nesse caso, seja um bom aluno, aceite seu instrutor (com a mesma deferência que teria por um instrutor mais velho) e trabalhe com ele para entender os exercícios e as posições corretamente. Isso vai ajudar ele a entender suas necessidades e melhorar sua didática, ensinar é uma via de mão dupla. Existe uma diferença clara entre o questionamento produtivo e não confiar na competência do instrutor. Portanto, não seja um velho mala e trabalhe de forma construtiva. A outra vantagem é que isso também diminui o risco de ferimentos causados por exercícios feitos de forma errada. Em determinadas posições uma diferença de alguns milímetros ou graus é o que separa um exercício saudável de algo que vai causar dano cedo ou tarde.


4. Você não está liberado da necessidade de praticar
Na verdade, muito pelo contrário. Acredito que gente mais velha precisa praticar ainda mais para acompanhar os mais novos. Como disse James Garr, um comentarista, é preciso aceitar seus diferenças. Além da vantagem física, gente mais nova costuma a aprender mais rápido. Assim, é preciso aceitar que alguém mais velho vai ter de se esforçar mais. Encare como uma maratona e não 100 metros rasos, os resultados podem demorar mais um pouco comparando com os alunos mais novos, mas eles virão e valem a pena.


O que é agravado pela falta de tempo da vida adulta. Filhos, trabalho e outros compromissos já deixam a vida cheia o suficiente. Ainda assim, é importante arranjar algum tempo, por menor que seja para praticar um pouco, mesmo que sejam apenas movimentos básicos. E, por mais tentador que seja, falte apenas quando necessário. Tudo bem que você não vai perder nada que não possa ser reposto em outro aula, mas é uma oportunidade de prática a menos numa agenda que já é naturalmente apertada. Lembre-se que correr uma maratona é mais uma questão de ritmo e constância do que de velocidade.


Nesse aspecto volto a um outro conselho da Jackie. Não deixe de treinar se você se machucar levemente, mesmo que seja para pegar leve. Afinal, se a cura total leva mais tempo, continuar treinando vai fazer com que não se perca o ritmo.


5. Não se preocupe com o que os outros vão pensar
Nesse aspecto a Jackie comenta sobre as próprias dúvidas. Como é ser a pessoa mais velha numa classe de gente bem mais nova. O que outras pessoas pensariam do seu hobby? Achariam esquisito uma adulta ganhando hematomas como diversão, a essa altura do campeonato?


Creio que essas dúvidas dela já ficaram para trás. Como ela mesmo diz jornada essa jornada é pessoal e cada um têm sua trajetória. Se você descobriu artes marciais só após os 40 é assim que vai ser. Mesmo que você seja uma minoria na academia, muita gente também começou tarde e não se arrependeu. Você pode ser incomum, mas não é estranho e não está sozinho. Convenhamos, o que importa a opinião dos outros? Vai te fazer bem, te deixar mais saudável e é divertido. Isso já é motivo o suficiente.


Pessoalmente, eu creio que tive sorte nesse ponto. Não sou o cara mais velho da minha turma, mas estou longe de ser o mais novo. Meu Guro na Magka-Isa tem mais de 65 anos e trata todo mundo igual, independente da idade. Eu já treinei, lutei, ganhei, perdi, aprendi e ensinei várias pessoas por lá, seja de gente nova demais para tirar carteira ou de gente bem mais velha. Por exemplo, aprendi muito com uma simpática senhora de 61 anos, dona de uma segurança inspiradora. Tanto no que estava disposta a fazer quanto no que não estava. De vez em quando treino com um senhor de uns 69 anos e se eu estiver com 80% da disposição e força dele quando chegar a essa idade já vou estar para lá de satisfeito.


+1. Os incomodados que se retirem
Essa é minha dica e considero até uma vantagem em não ser mais tão jovem: a de não sentir necessidade de me testar ou provar algo para alguém. Se você se sentir incomodado com algo ou que a experiência de treinar não está sendo boa, a melhor solução pode ser procurar outro lugar. Sinta-se livre para usar essa opção.


A melhor arte marcial é aquela que funciona para você. Até distância da academia e horário de aula são fatores a serem considerados. Ainda mais com o tempo apertado da vida adulta.


A solução é muito pessoal e vai envolver, entre outras, variáveis como: o professor, a turma e o estilo que se adequar melhor às suas necessidades e limitações. Bruce Lee em seu Tao do Jeet Kune Do dizia que é o estilo que deve ser adaptado ao corpo e não o contrário. O que é especialmente interessante quando nossa capacidade física está começando a diminuir como efeito da idade. E em termos de lidar com limitações, certas artes, como o Arnis Kali, podem apresentar casos inspiradores.


Portanto, se a primeira opção não for a melhor não há nenhum problema em se tentar de novo. Inclusive, é comum que as pessoas pratiquem várias artes diferentes ao longo da vida.

terça-feira, 16 de maio de 2017

00:43

Novo Polo IAKA RJ


A International Arnis Kali Association divulgou hoje a sua expansão na cidade do Rio de Janeiro com a abertura de mais um polo de treinamento! Isso mesmo! Agora além das aulas do polo Botafogo com o Guro Felipe de Paulo, a cidade maravilhosa também conta com aulas no polo Tijuca com o Guro Jorge Leal!

As pessoas buscam viver uma vida fisicamente ativa, com bom condicionamento físico e com a mente afiada que permita enfrentar os desafios diários.

Por acreditar no poder das artes marciais quanto ferramenta de aprimoramento pessoal, a International Arnis Kali Association do Rio de Janeiro busca através de um sistema estruturado e de profissionais capacitados, oferecer aulas voltadas para o cidadão comum que deseja ingressar no mundo das artes marciais com foco de melhora na saúde e defesa pessoal.

Saiba mais no site: www.internationalarniskali.com

sexta-feira, 12 de maio de 2017

quarta-feira, 10 de maio de 2017

12:15

Seminário Kali Rio de Janeiro com Guro Salem Assli (AFJKD et Kali / Inosanto LaCoste Kali / Gung Fan Jeet Kune Do)


O Kali Rio traz o Guro/Sifu/Professor Salem Assli para seu 5º evento no Rio de Janeiro. Dois dias de Seminário (5H de treino por dia) dedicados as Artes Marciais Filipinas, Maphilindo Silat, Jun Fan Gung Fu - Jeet Kune Do, Muay Thai, Boxe Francês - Savate.

Sifu Salem Assli é um experiente artista marcial. Aluno há mais de 30 anos do Guro Dan Inosanto, um dos grandes nomes da história das artes marciais, Salem coleciona em seu currículo experiência em: Jun Fan Gung Fu, Jun Fan Kick Boxing, Jun Fan Trapping, Jeet Kune Do, Filipino Martial Arts (Arnis - Kali - Escrima), Silat Madjapahit, Thai Boxe, Krabi Krabong, Boxe Française Savate, Canne et le bâton de Combat, Shoot Wrestling, Brazillian Jiu Jitsu e Capoeira.

Hoje Sifu Salem Assli é diretor técnico da Assocation Française de Jeet Kune Do et Kali e da California Association of Boxe Francaise - Savate, e percorre o mundo ministrando seminários e treinamentos.

➡ O Kali Rio é um grupo criado na cidade do Rio de Janeiro, que se dedica ao ensino e divulgação da Arte Marcial Filipina e disciplinas relacionadas. O Kali Rio é registrado como clube oficial de AFJKD et Kali (Associação Francesa de Jeet Kune Do e Kali)e da C.A.B.F.S (Associação de Boxe Francês – Savate da Califórnia) no Brasil.

Será um grande evento no Rio de Janeiro!
Uma oportunidade imperdível para os praticantes de artes marciais do Brasil, aprenderem um pouco mais com um dos maiores nomes da atualidade.

➡ O local será no Centro de treinos Kali Rio na Zona Norte:
Academia Fênix
R. Leite de Abreu, 25 - Tijuca
(5 min. do Metrô Uruguai)

➡ Valores para o Seminário:
Oferecemos valores diferenciados para quem deseja participar do Seminário Completo de 2 dias ou para quem deseja apenas fazer 1 dia de Seminário.

Seminário 2 dias: R$500,00
Seminário 1 dia: R$300,00

Este ano também iremos oferecer a possibilidade de pagamento em dólares:

Seminário 2 dias: $160,00
Seminário 1 dia: $100,00

➡ Promoções para grupos:
Aqueles que trouxerem outras pessoas para se inscrever no seminário (e que efetivem a inscrição com o pagamento), receberão desconto em sua inscrição pessoal. Trazendo 2 pessoas o desconto será de 50% e caso traga 4 pessoas a sua inscrição será gratuita.

O Pagamento do valor de participação pode ser feito de uma só vez ou parcelado (numero de vezes a ser combinado quando efetuado em dinheiro).

➡ Hostel na Tijuca perto do Metrô Afonso Pena, para quem necessita estadia no Rio de Janeiro durante o Evento:
Hostel Kazazen
Rua Afonso Pena, 102 - Tijuca
Tel: 2568 - 0324
Site: http://www.kazazenhostel.com/

➡Serviço:

Seminário AFJKD et Kali – Brasil no Rio de Janeiro
Dias 15 e 16 de Setembro de 2017
Inscrições e informações: contato@kalirio.com.br
http://www.kalirio.com.br/


➡Página do Evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/393210427720774/