Notícias sobre Filipino Martial Arts no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

domingo, 17 de novembro de 2019

FCS Kali Brasil Training Camp 2019


Entre os dias 7 e 10 de novembro foi realizado no Espaço Verde em Arujá um treinamento  com cerca de 50 participantes do Brasil, Chile e Uruguai, ministrado pelo Tuhon Ray Dionaldo, criador do FCS Kali, pela primeira vez no Brasil.

O Camp foi dividido em 4 dias. No primeiro dia foi abordado técnicas de Panantukan (boxe “sujo” filipino), no segundo dia bastão e faca, no terceiro dia espada & daga e karambit e no último dia sarong e bastão novamente. O Lakan Carlos Pipo Lopes, diretor do FCS Kali para a América Latina e Caribe também esteve presente ao evento. 



Além do estudo dos conceitos e técnicas, foram realizados também exames de FCS Kali para 14 pessoas sendo três para nível 1, cinco nível 2, duas para o nível 4 e duas para o nível 5. Todas obtiveram sua graduação. É interessante ressaltar que, para o nível 5, apenas o Tuhon Ray Dionaldo pode aplicar a avaliação em qualquer parte do mundo. No Brasil há apenas dois nível 5, o Diretor para o Brasil Bruno Gabriel dos Santos e o Diretor Regional Ricardo Nakayama, responsáveis pela organização do Camp.

O nível 1 é constituído de golpes básicos, trabalho de pernas, aprender as distâncias, desarmes e como utilizar o bastão, a faca e técnicas desarmadas. É equivalente a faixa branca. No nível 2, são aperfeiçoadas as técnicas do nível 1 e aprendemos o conceito de conectar diferentes técnicas para obter um fluxo constante de movimentos e golpes. É equivalente a faixa amarela. No nível 3, temos um praticante intermediário, começando a utilizar a karambit, espada & daga e dois bastões (sinawali). É equivalente a faixa azul. No nível 4, inicia-se o trabalho das estratégias no combate com facas e bastões. É equivalente a faixa marrom em outros sistemas. No nível 5, embora o último dos níveis de praticantes, é apenas o início do verdadeiro aprendizado. Já entendemos e praticamos o flow. É a hora de começar a colocar nossa própria essência dentro do FCS, a contribuir para o crescimento do sistema e a difundir seus ensinamentos a outras pessoas.



O Tuhon Ray tem mais de 45 anos de experiência em diversas artes marciais, é um dos praticantes e mestres mais reconhecidos e respeitados nas FMA. Ele representa uma nova geração de mestres que mantém a tradição das artes filipinas antigas, adaptando-as ao contexto atual. FCS significa Filipino Combat Systems e incorpora múltiplos sistemas, na forma de uma progressão natural de conhecimentos e habilidades.

2 comentários: