Notícias sobre Filipino Martial Arts no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Antonio Tatang Ilustrisimo


Alguns dizem que devemos medir o valor de uma pessoa pelo valor que seus inimigos dão a ela... bom eu penso diferente, podemos ver a qualidade de suas amizades, e o que você fez na sua vida...

Com Antonio Tatang Ilustrisimo não foi diferente.

O Grande mestre que aos 9 tentou atravessar o mar para ir para a América, foi criado e treinado pelos professores do Sultão que o adotou, tinha amigos tão valorosos quanto ele, e também tão corajoso quanto.

Tudo que escreverei abaixo está sendo referente ao tempo da juventude do homem que passou a arte ao GM Tony Diego e por sua aluna veterana, Peachie Baron, chegou até mim.

Quando Tatang voltou para sua família, ele já era um homem feito, ele só retornou pois ele tirou a vida de um outro nobre muçulmano que era rival do Sultão que o adotou, e sendo assim, ele foi "banido", seus pais só souberam que ele estava vivo quando receberam um telegrama anunciando o seu retorno. Ele só foi reconhecido por estar usando vestes muçulmanas que na segunda década do século XX eram bem chamativas. Quando ele retornou, ele logo foi trabalhar como Marinheiro, trabalho que exerceu por toda a sua vida, isso permitia que ele viajasse, conhecesse o mundo, que pudesse viajar para fazer suas lutas, o Grande guerreiro era realmente um espírito livre.

Quando estava em terra, ele vivia em Tondo, um lugar pobre, com muita criminalidade, onde havia extorsão por intimidação, roubo e muitos crimes, era uma área portuária, Tatang e seus amigos policiavam a área, eram eles, Floro Villabraille (foto sépia), Jose Mena foto (preta e branca) e Felicissimo Dizon, era uma gang de 4 pessoas, infelizmente eu não encontrei nenhum foto de Felíssimo Dizon, assim que conseguir colocarei.

Erroneamente em algumas literaturas tratam a gang dos 4 guerreiros como uma polícia dos portos, o que é errado, eles jamais foram policiais. Estes homens foram apenas guerreiros que não aceitavam a condição de alguém amedrontar os mais fracos para ter lucros, eles não eram apenas guerreiros para duelar, eram verdadeiros protetores, que usavam a sua arte para não permitir que o fraco fosse coagido pelo mais forte por malandragem ou qualquer tipo de devassidão moral.

Como eu já falei em outra postagem, o Grande Mestre ofereceu a vida várias vezes pelo seu povo, isso é desde cedo, ele e seus amigos lutavam juntos, treinavam juntos, e quando não estava no mar, Tatang estava com seus amigos que no nosso tempo vieram a ser reconhecidos como grandes mestres, grandiosidade idêntica a dada a Tatang, seus feitos ainda são muito maiores tão grandes que ele ficou conhecido como o Executor, mas isso vai ficar para outra história...

https://www.facebook.com/kalisilustrisimobr/?hc_ref=ART_kIPwRWZEbmn6sNAwnVy1NMUJ_pnATj-m2dUGoNkSn1Fz8SlIK7bLjRavhyflDpg&fref=nf&hc_location=group


Nenhum comentário:

Postar um comentário