Notícias sobre Arnis - Kali - Eskrima no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

sábado, 11 de novembro de 2017

11:05

Fundamentos do Combate com Facas

 




Esta obra destina-se a todos os alunos, instrutores e professores do Arnis Kali, bem como aos praticantes das mais distintas artes marciais, indiferente de seu estio. Destina-se também a todos os agentes de segurança e a todos os amantes das lâminas. Foi Escrito pelos professores Tales de Azevedo, Felipe de Paulo e Alessandro Lucas.

quinta-feira, 2 de março de 2017

08:09

Entrevista com Bruno Gabriel (Diretor FCS Brasil)


1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?
Muito obrigado ao site arte filipina por essa oportunidade. Aos 12 anos comecei praticar Hapkido (arte que permaneci até os 21), em 2006 iniciei meus treinos de Haidong Gumdo, Muay Thai e Jiu-Jitsu. Sempre amei artes marciais, folheava revista e acompanhava muitos filmes na minha infância. Na frente da TV admirava alguns atores da época com Jean-Claude Van Damme, Jackie Chan, Jet Lee entre muitos outros. Aonde eu morava não haviam lugares próximos que ensinassem artes marciais, então com 12 anos eu e meus amigos caminhávamos cerca de 6 km para chegar até o local para o treinamento de Hapkido.


2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?
No começo de 2007 os meus professores de Haidong Gumdo organizaram um seminario da escola Sina Tirsia Wali Kali. Fui ao seminário por mera curiosidade, pois não conhecia nada sobre FMA. Para minha surpresa foi amor à primeira vista (risos). Logo depois do seminário iniciei meus treinamentos em FMA com Guro Rodrigo Ramos da Fonseca. Em 2013 eu conheci FCS KALI (Filipino Combat Systems) e no começo de 2014 fui a Argentina treinar com Lakan Guro Carlos Pipo Lopez.





3- O que você pensa sobre a integração do FMA com as demais modalidades marciais?
Sou praticante de outras artes marciais e treino FCS KALI simultaneamente, eu acho incrível as possibilidades que o FMA tem para integrar e interagir com outras modalidades marciais. Mantendo a mente aberta eu enxerguei novos conceitos e possibilidades dentro das artes/sistemas que pratiquei. Pessoalmente eu continuo buscando crescer dentro do FMA e de outras modalidades, sem criticar ou comparar qual é pior ou melhor e sim buscando agregar os melhores conceitos, métodos, técnicas e estratégias de cada uma.


4- Hoje você está à frente da implementação do FCS no Brasil. Como está sendo esse trabalho?
Está sendo incrível poder fazer parte da história da FCS no Brasil. Em São Paulo existem grupos ativos e alunos particulares, assim como no Rio de Janeiro também! E estamos expandindo para outros lugares do Brasil nesse ano de 2017. Estou organizando encontros mensais onde veteranos e iniciantes encontram a oportunidade de conhecer sobre as raízes e conceitos tribais da FCS Kali. Sem dúvida que esses encontros têm ajudado na divulgação e promoção do FMA e do FCS.




5- Quais os planos do FCS para 2017?
Todo ano Lakan Guro Carlos Pipo Lopez (diretor e responsável pela FCS Kali em toda América Latina e Caribe) vem ao Brasil para aplicar exames e ministrar seminário. Nesse ano de 2017 além de trazermos Lakan Guro Carlos nós também esperamos trazer Tuhon Ray Dionaldo.


6- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo?
Alguns anos atrás seria difícil escutar a palavra Kali, Arnis e Eskrima e associar a alguma arte marcial - pelo menos para mim que só conhecia artes como Karate, Kung-fu , Hapkido, Muay Thai etc. A revista Black belt na época falava em alguns artigos e um ou outro filme na TV mostrava. Hoje existem muitos filmes, séries, livros sobre FMA em geral e eles estão ganhando espaço na mídia. Dificilmente vemos um filme/serie onde a coreografia das cenas de luta não tenha Kali hoje em dia.




 
7- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e a defesa pessoal?

Na minha humilde opinião FMA é a solução perfeita para defesa pessoal! Pelo vasto arsenal de armas improvisadas ou não, mano y mano e pelo panantukan. Pelo rápido aprendizado e técnicas simples e efetivas em constante evolução se adaptando a nossa realidade.










8- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores?
Aos leitores que se dediquem qualquer que seja o sistema/arte/método praticado. Que todos continuem crescendo e progredindo como guerreiros sem esquecer suas raízes e conceitos. FMA é para todos! Sejam eles de outras artes ou não, veteranos ou iniciantes. Agradecimento a minha família e amigos, ao site arte filipina e Tales Azevedo pela oportunidade, pelos meus mestres/instrutores e alunos por terem me ensinado e por cada dia eu ainda estar aprendendo com todos. Mabuhay

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

01:14

Entrevista com GM Melchor William Amosco



1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Poderia nos contar um pouco sobre o seu início com artes marciais?
Eu comecei a aprender artes marciais aos 13 anos de idade com meu pai, um Karateka que foi meu primeiro professor no mundo das artes marciais. Ele me ensinou alguns princípios das artes marciais, incluindo o uso de armas com lâminas (Sansibar uma espada nativa). Até que eu me matriculei em uma escola formal de artes marciais. MGO – SDC, que ensinava Tang soodo (Karate coreano), Arnis (sistema de Doce Pares) e Judo. Esta escola incorporava todos os elementos do sistema 3 sob Master Deomedes Paninsoro. Isso é foi enquanto eu cursava o ensino médio. Depois de alguns anos eu me mudei Manila para prosseguir a minha faculdade e continuar meu Estudo de Artes Marciais.

Foi assim que me tornei aluno do Sensei Ramil Ong Aquino do Grupo de Arjukaa (Shorin ryu karatedo, Arnis e Judo). Até eu conhecer e promovido a Lakan Dalawa por Punong Lakan Nicolas meu professor em Modern Arnis Mano Mano FMA, estudante do falecido Grande Mestre Enesto Presas Sr. o mais novo Irmão do Grande Mestre Remy Presas. Eu também estudei com o grupo de Filipino Martial Arts Combat sob o Mestre Noel Hael e me tornei Instrutor Autorizado do seu sistema como faixa preta de 2º grau. Eu também estudei com Punong Maestro Ernesto T. Talag faixa preta 6º dan em Aikido e fundador da BUDIWAN Kali Filipino Fighting system (Filipino boxe, Dumog e Bladed Arts) e praticante de longa data de Kali Ilustrisimo, sistema de lâminas sob GM Tatang Ilustrisimo e o falecido Grande Mestre Tony Diego. Ele me deu o título de mestre.. Budiwan significa: Bukluran, Diwa em Katawan ou Unificação de Mente e Corpo.

Eu também tive a oportunidade de aprender com mestre Jaime Quizana o seu próprio sistema de Palasan Eagle Kali Ilustrisimo sistema semelhante ao do mestre Talag, onde fui promovido ao rank de sênior. Mestre Vicente Sanchez fundador do Kali Arnis Int'l Fed me promoveu a LakanSampu com a idade de 37 anos. Esse é o meu começo nas artes marciais e da minha linhagem.

2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que Despertou seu interesse?
Eu fiquei espantado e interessado com artes marciais filipinas por causa de praticidade e facilidade de aprender e mostrar nossa história e cultura enquanto Filipinos.



3- Sobre a sua escola FMA, você pode nos contar um pouco?
  • Ar: Arnis (Arte do bastão, lâminas e armas improvisadas)
  • Ma: Mano Mano (Arnis Artes de combate com mão vazia).
  • Do: Dumog (Artes de imobilização e controle).
  • F: Filipino
  • M: Marcial
  • A: Arts
  • De: Defensivo
  • Tac: Táticas
A fusão de três (3) sistemas filipino diferente das artes marciais. Em um primeiro momento ensino o combate com armas, depois com mãos vazias e por fim as imobilizações. Dessa maneira o ensino se torna mais prático e fácil, com o estudando técnicas dinâmicas, táticas e efetivas para defesa pessoal.


4- Sobre a estrutura do Armado FMA e o seu programa unificado, você poderia nos explicar sobre?
Um programa é usado para cada instrução dentro do curso de treinamento. Isso inclui instruções com objetivos específicos, tais como exercícios de movimentação, Footworks, queda, batidas, bloqueios, técnicas de contra ataque e material de suporte daquela instrução. Uma Syllabus é um conjunto de programa de treinamento completo seguido por todos os instrutores e alunos. Todos os membros da Armado FMA Deftac Int'l cumprem o mesmo programa para que cada um possa se desenvolver e ensinar o próximo de maneira unificada, assim evitando conflitos entre os Membros e durante o período de teste de avaliação em nível local e internacional. A ideia do programa é ensinar o aluno como construir uma sólida Fundação Básica, para que ele possa crescer em sua própria progressão através do sistema de faixas.



5- Qual é a sua opinião sobre as FMA aqui nas Filipinas hoje?
As Artes Marciais Filipinas são hoje bem populares em nosso país e todos os Grandes Mestres, Mestres, Guro e Praticante mantém um bom relacionamento, se respeitando mutuamente. Faz parte do esporte nacional e passou a fazer parte do Departamento de Educação para ser ensinado nas escolas. É agora suportado pelo Governo filipino.

6- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo atual?
FMA está se tornando uma prática mundial, ganhando mais cada vez mais popularidade porque muitos países praticam esta arte dinâmica de auto-defesa. Além disso a indústria cinematográfica tem utilizado ela bastante, devido aos guros que viajam ao mundo de promover e propagar sua prática

7- Sobre o futuro, o que você acha da RA 9850 ou da Lei Filipina Arnis?
R.A 9850 ou Lei Arnis serve obter mais apoio para todas as escolas de FMA, de modo a formar uma prática sólida e consistente que possa ser utilizada pelo Comitê Olímpico Filipino, gerando uma arte de bom padrão e alta qualidade.

8- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA e pessoal defesa?
O FMA é a melhor maneira de aprender uma técnica que se adequa ao nosso padrão para proteção pessoal. O único conselho para todos na minha opinião é praticarcom uma mente aberta que esteja em conformidade com o senso comum do indivíduo, para que ele possa vir a regir de maneira correta em uma situação real.



9- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para o nossos leitores?
Muito obrigado pela grande oportunidade de ser entrevistado por você. Tudo o que posso dizer é todos devem buscar praticar a arte de maneira correta, seguindo o seu programa de treinamento, mantendo uma atitude correta e princípios elevados. "Não é sobre as técnicas, mas são os princípios por trás das técnicas". Pugay po e Mabuhay!


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

02:15

Entrevista com o GM Allan Fami


1- Olá! Obrigado por nos conceder esta entrevista. Você pode nos contar um pouco sobre seu começo com artes marciais?
Tudo começou quando eu era jovem, com cerca de 6 anos assistindo filmes de Bruce Lee. Eu estava ficava tentado a querer aprender Artes Marciais e sonhava em aprender Artes Marciais quando eu crescesse. Esse sonho não se materializou até chegar ao Colégio em 1993.

2- Sobre a FMA, como você conheceu esta modalidade? Como você começou e o que despertou seu interesse?
Meu interesse com as artes marciais filipinas começou quando eu era um calouro na faculdade, e me foi introduzido por meu professor, o Grão-mestre Ernesto Presas Sr., um dos mestres mais ilustres e famosos do FMA. Fiquei fascinado com a arte por causa de sua completude. Seja de mãos vazias, com armas ou luta no chão, você pode aprender tudo que é necessário para se defender.

3- Sobre a sua escola FMA, você pode nos contar um pouco? Que estilo e como funciona.
O Sistema Kalahi FMA é um sistema Arnis moderno modificado. É um Sistema de Combate que pode ser aplicado em uma situação real. Nenhum movimento extravagante, nenhum efeito excêntrico... apenas movimentos, diretos, rápidos e eficazes. O sistema foi criado para ser usado na luta real da rua. Treinamos com dos bastões para as armas e das mãos vazias para o combate de solo.



4- Sobre o Kalahi Custom Blades, você pode nos contar um pouco sobre isso?
Kalahi Custom Blades e Kalahi FMA Gear atendem às necessidades da comunidade de artes marciais filipinas. Kalahi Custom Blades fabrica e vende autênticas lâminas tradicionais filipinas, enquanto Kalahi FMA Gear fabrica e vende bastões de Arnis, armas de treinamento e outras coisas para treinamento FMA.

5- Qual é a sua opinião sobre as FMA aqui nas Filipinas hoje?
FMA nas Filipinas está começando a ser tornar organizado, unidos e com um futuro mais brilhante com a liderança do senador Miguel Zubiri, autor da Lei Arnis. Nós imaginamos que todos nós estaremos unidos logo, e que todos estaremos contribuindo para o sucesso de Arnis no campo dos esportes e das artes marciais.

6- Qual é a sua visão da FMA hoje no mundo
Eu vejo o Arnis crescendo e sendo reconhecido mundialmente, finalmente, tanto como artes marciais e quanto como esporte.



7- Sobre o futuro, o que você acha da RA 9850 ou da Lei Filipina do Arnis?
O RA 9850 fornece todo embasamento jurídico que faltava ao Arnis para serem reconhecidas como Artes Marciais e Esportes. Ele reconhece Arnis como nosso esporte indígena e apoia plenamente o seu reconhecimento nas Filipinas.

8- Qual a sua opinião sobre a relação entre as FMA ea defesa pessoal?
As artes marciais filipinas (FMA) apenas como toda e qualquer outra arte marcial oriental são aprendidas para que o praticante possa tirar vantagem da situação onde ele se encontre. FMA é prático porque pode ser usado em situações de mãos vazias, e também tem comprovada eficiência no combate com facas e outros cenários de armas afiadas. Além disso, gostaria de salientar que FMA Dumog (luta de chão) também é eficaz nos esportes em octógono. Em nosso sistema, temos um Programa para nossos alunos que pretendem se juntar ao mundo do MMA.

9- Muito obrigado pelas suas respostas! Gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores
Agradecemos a oportunidade de apresentar nossa Arte e, particularmente, meu Sistema FMA. Kalahi FMA System está aberto a todos os que compartilham a mesma paixão conosco: promover uma arte útil, eficaz e prática.

domingo, 29 de janeiro de 2017

11:50

Lançamento do Livro FMA Education


Foi lançado pela Editora Tambuli Media, o novo livro dos Guros Mataw Guros Louelle Lledo e Andy Sanano: FMA Education - Fundamental Training Manual.

Escrito a partir de uma criteriosa pesquisa sobre o desenvolvimento das formas clássicas da tradição filipina que culminaram na formação FMA moderno. Os fundamentos e exercícios que conduzem às habilidades necessárias estão aqui firmemente enraizados em uma linguagem simples sobre a biomecânica, anatomia, fisiologia e física.

FMA Education correlaciona as técnicas das artes marciais filipinas e cria um padrão básico de fundamentos a partir do qual todo o estilo FMA pode ser construído. O mais importante é o pequeno conjunto de "manobras clássicas" de que todas as técnicas são baseadas, e os dois "ataques básicos" de que todos os demais derivam.

Com quase 1.000 fotos e 286 páginas de texto, este manual de treinamento combina os quatro manuais anteriores dos autores em um único volume, recentemente expandido e abrangente.

A expectativa deste livro é ajudar a desenvolver a capacidade de professores e alunos para apresentar um currículo educacional consistente em todos os sistemas tradicionais e escolas de FMA (Arnis / Eskrima), enquanto compreende e respeita as variações entre eles.

O livro pode ser adquirido diretamente no site da editora, através desse link.