Notícias sobre Filipino Martial Arts no Brasil e no Mundo

Post Top Ad

sábado, 7 de maio de 2016

Os 10 Princípios para Combates com Lâminas

por Rodrigo Ramos da Fonseca
Coordenador da Kali Silat em São Paulo
Facebook: www.facebook.com/kalisilatsaopaulo



Passei boa parte da minha vida estudando combate com facas e há uma razão principal para isso: Facas me assustam!
É dito que tememos o que não entendemos, portanto, em uma tentativa de extinguir esse medo, eu fiz o meu melhor para entender as facas.

Ao fazê-lo, eu tenho treinado em vários sistemas marciais orientados ao conhecimento de lâminas, de várias culturas diferentes, para aprender como os diferentes grupos têm usado e se defendido contra uma das armas mais antigas na existência.

O que eu estou apresentando aqui são dez princípios orientadores, derivados de meus estudos e catalogados dentro do meu sistema pessoal de combate com facas. Se você é um estudante da combate com facas, ou simplesmente um cidadão comum em busca de conhecimento sobre o assumto, acredito que os seguintes princípios irão reforçar seus estudos, e mais importante, melhorar a sua capacidade de sobrevivência.
Agradeço ao meu Mestre Paulo Albuquerque, pelos ensinamentos. E ao instrutor/escritor Chad McBroom pela base desse texto.

1 – NÃO SE CORTE

Isto pode parecer algo bem idiota, mas este princípio foi quase perdido em muitas escolas modernas de combate. O mantra: “Você vai se cortar,” tem sido tão alto reforçado nos estudos de combate com faca que foi excluso qualquer raciocinio por trás dessa idéia. O objetivo final de qualquer combate físico é a sobrevivência. Uma maneira de aumentar suas chances de sobreviver a um combate com uma lâmina é evitar sangrar por ter sido cortado.

2 – NÃO SE SURPREENDA CASO VOCÊ SEJA CORTADO

Esta é realmente a idéia ou atitude que estou tentando transmitir com o mantra: “Você vai se cortar.” Esse raciocinio é a chave para a sobrevivência. Se você está envolvido em combate com uma facas, há uma alta probabilidade de que alguém vai se cortar, possivelmente você. É absolutamente necessário estar em sintonia com esta realidade, se você está escolhendo levar uma lâmina para auto-proteção ou apenas se preparando para um ataque com um objeto afiado.

3 – TUDO É UM ALVO

13101154_10154084222209906_43718478_n

Quando falamos de lâminas, cada parte do corpo humano é um alvo. Há um ditado nas artes marciais filipinas, “Lâmina procura carne.” Onde há tecido mole, há um alvo. Sim, existem alvos vitais que causam danos fatais, tais como artérias, pulmões, coração, garganta, etc. No entanto, qualquer parte do corpo pode ser cortada. Se você não acha que um corte na mão pode te deixar fora de combate em uma luta, você com certeza nunca teve sua mão cortada até os ossos. Eu vi um corte de meia polegada em uma mão cortar um tendão, causando perda parcial da função dos movimentos.
Dor e sangue pode servir como distrações físicas e têm um efeito psicológico sobre o seu adversário. Um corte na mão, no braço, no rosto ou na perna pode ser suficiente para se acabar com uma luta. Se não acabar com a luta, um corte simples vai ajudar você a criar aberturas para metas mais letais.

4 – MANTER O COMPRIMENTO DE SUA FACA ENTRE VOCÊ E SEU OPONENTE

Se você estiver usando uma lâmina para se proteger, você quer forçar seu oponente a passar por sua lâmina para chegar até você. Mantenha seu lado da arma para a frente e posicione sua lâmina de modo a ponta da faca estar apontando em direção ao seu oponente. Qualquer coisa que você coloca a  frente de sua lâmina, incluindo os seus nós dos dedos, torna-se um alvo, uma oportunidade para a lâmina do seu oponente. Se você aprender e aplicar esse princípio corretamente, ele não só irá ajudá-lo na parte defensiva, mas também na parte ofensiva. Seus cortes serão mais limpos e mais fluídos, além de poder desenhar uma guarda mais eferiva com a lâmina a frente apontada para o seu alvo, ao invés de permitir que a lâmina esteja atrás de você no posicionamento, (como se segurasse um taco de beisebol, por exemplo). Seus cortes curtos serão mais rápido, e minimosa o tempo de recuperação de posicionamento ou guarda.

5 – MANTENHA SUA LÂMINA SEMPRE EM MOVIMENTO

É mais difícil de detectar algo que está se movendo o tempo todo e um alvo em movimento é mais difícil de acertar do que um alvo fixo. Se você estiver usando uma lâmina como um meio de auto-proteção, logo em seguida sua lâmina e você se tornarão um alvo. Ao manter sua lâmina em constante movimento, você vai tornar mais difícil para o seu oponente detectar e prever seus movimentos. Você também vai tornar mais difícil para o seu oponente atacar sua lâmina em uma tentativa de desarmar ou inutilizar a sua mão da arma. Este princípio é especialmente importante se você está enfrentando um oponente armado com uma lâmina ou arma de impacto, (um bastão, por exemplo).

6 – NUNCA REPITA O PADRÃO DE MOVIMENTO MAIS DE DUAS VEZES

13115363_10154084222359906_1489477966_n

Este princípio funciona diretamente com o princípio anterior, (deixar a faca a frente do corpo), em referência a manter o seu movimento constante da lâmina. É importante evitar movimentos repetitivos que o seu adversário possa usar para estabelecer o seu padrão de movimento e prever onde sua lâmina estará em um determinado momento. Ser rápido e manter o raciocínio de duas repetições de um padrão a serem estabelecidas. Você deve estar em constante movimento com o corpo e variar seus padrões de movimento da lâmina e de velocidade. Você pode alternar entre movimentos lado-a-lado, “símbolo do infinito”, círculos, zig-zags, espirais, etc.
Alternar constantemente entre padrões, muitas vezes variar o tamanho dos padrões e alterar sua velocidade.

7- SEJA FLUÍDO E DEIXE A LÂMINA FAZER O SEU TRABALHO

Uma das vantagens de usar uma lâmina bem afiada é que não requer uma grande quantidade de força para ser eficaz. Enquanto é afiada, a lâmina vai fazer a maior parte do trabalho. Deixe a lâmina fazer o seu trabalho. Controle a trajetória da lâmina e faça seus cortes e estocadas de forma fluída e suave.
Suave também significa ser rápido!
Qualquer um pode usar lâmina, o que diferencia um Mestre de lâminas de um iniciante é a capacidade de fluir de um corte para outro com velocidade e precisão.




8 – MOVIMENTAÇÃO DE PERNAS, TEMPO E DISTÂNCIA SÃO A CHAVE

Você não pode ser eficaz com uma lâmina se você não compreender e aplicar movimentação de pernas, a noção de tempo e distância. Estes três elementos são essenciais para formar um princípio triangular, porque todos os três estão interligados. Você deve ser capaz de controlar o intervalo entre você e seu oponente através de movimentação de pernas e nocão de tempo. O momento adequado é inútil se você não estiver dentro da faixa de distância apropriada para atacar ou defender. O trabalho de pernas é inútil se não for executado dentro da noção de tempo correto e na distância correta.

9 – EVASÃO É MAIS IMPORTANTE QUE INVASÃO

13059825_10154084222364906_1220139953_n

Este princípio é multifacetado. Sempre que possível, é melhor escapar de um ataque por completo do que para entrar com um ataque. Se você pode executar um ataque a partir de um ataque falho de seu oponente, é melhor fazê-lo. Da mesma forma que se você pode entregar sua carteira para evitar um confronto com um assaltante empunhando uma faca, entregue sua carteira. Você pode cancelar seus cartões bancários mais tarde.
Se você se encontra em um confronto inevitável, ou se as vidas dos que você ama estão em jogo e você deve lutar para sair da situação, então o mesmo princípio se aplica no âmbito do conflito. Lembre-se, não se corte, (Princípio 1). Não vá de encontro a lâmina do seu oponente se você pode evitá-la e não vá sacrificar-se para tentar um contra-ataque, se você pode evitar o ataque do oponente se esquivando, por exemplo.

10 – NÃO TENHA PRESSA PARA MORRER

O último princípio é verdadeiramente a essência de todos os outros princípios. Tudo o que eu abordado aqui é sobre como sobreviver e ter sucesso em combate com lâminas. Este último princípio é realmente uma mentalidade, bem como uma estratégia. Não se apresse em partir contra um oponente com uma boa base defensiva ou sobrecarregado emocionalmente.

Eu não estou sugerindo que você deve hesitar, eu estou sugerindo que você deve aprender a identificar quando a correr e quando não. Use os 9 princípios anteriores para evitar se cortar gravemente, atacar alvos disponíveis, proteger sua própria distância da lâmina e controle; permitindo assim, a oportunidade de encontrar uma abertura e terminar a luta.

Conclusão

Eu tenho colocado para vocês os 10 princípios que eu ensino aos meus alunos de combate com facas. As informações fornecidas aquo são simples simples e básicas. Espero que possa servir como um ponto de referência para melhorar compreensão do uso da lâminas.

Lembre-se, uma lâmina só deve serusada para se proteger contra lesões corporais graves ou risco de morte. O uso de uma lâmina nunca deve ser visto como algo diferente de força letal e você é responsável por sua decisão de usar uma lâmina como um meio de auto-defesa.

Guru Rodrigo Ramos da Fonseca – Coordenador da Kali Silat em São Paulo

Esse texto é feito de tradução livre e adaptação para minhas opiniões pessoais do texto do meu amigo Chad McBroom, com o qual compartilho as mesmas opiniões e experiências.

Para acessar o trabalho de Chad e seu texto original e sem alterações.
www.itstactical.com/warcom/knives/stay-sharp-the-10-principles-of-blade-combat/
Postado originalmente no site Papo de Caserna.

Um comentário:

  1. Realmente um excelente texto, pragmático e voltado ao que realmente importa.

    ResponderExcluir